Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 21 de outubro de 2014

45 de Outubro - J.M. de Barros Dias

45 DE OUTUBRO - (J. M. de Barros Dias*)
O dia 26 de outubro será decisivo para o futuro do Brasil. Nesse domingo, nosso povo irá às urnas para decidir quem, e de que modo, irá governar o País durante os próximos quatro anos. Cada um de nós depara com duas propostas: a primeira defende aquilo que tem acontecido ao longo dos últimos doze anos. É, portanto, mais do mesmo. A outra se manifesta como ruptura estruturante relativamente ao estado das coisas que nós temos vivido.
Quem é Dilma Rousseff? Quem é Aécio Neves? Dilma é a Presidenta do Brasil, como ela própria se intitula. Ela é, na verdade, uma sequela de Luiz Inácio “Lula” da Silva. Ela é, portanto, a candidata do situacionismo. Ela se apresenta aos eleitores como a protagonista do futuro mas, no entanto, tudo nas propostas de Dilma fede os ideais de um tempo irremediavelmente condenado pela História. Dilma, à imagem do partido a que pertence, o Partido dos Trabalhadores, acusa todos aqueles que não lhe são afetos como figuras da ditadura, como conservadores prenhes de ódio e de sonhos de regresso ao passado ditatorial. Tudo, em Dilma e no partido que a sustenta, é manobra eleitoral. Tudo, na candidata, é manipulação da realidade.
Aécio, esse, jamais apelou ao tremendismo. Suas propostas são as de um democrata que se apresenta, peito aberto à liberdade, como um cidadão que abre os pulmões ao futuro. Tudo, nele, é o tempo novo que permitirá, a nosso país, reencontrar o rumo perdido ao longo da última década. Não há, com Aécio, o temor à ditadura e aos pesadelos lúgubres construídos por seus opositores. Não há, em cada um de nós, uma pitada de vingança, de ressentimento, de mãos cheias de sangue. Estamos, aqui, de joelhos ante Deus e de pé sobre a terra brasileira, peitos abertos ao futuro.
Nossa Pátria é a Pátria da Esperança, a terra dos filhos, do mar e daqueles que ainda não nasceram. Ao contrário de Dilma, nós somos a Pátria includente. Tudo, em nós, é o tempo da justiça para todos, do bem para todos, da beleza para todos, da verdade para cada um de nós. Tudo, em todos nós, tem os olhos postos nesse Brasil de todos, que vai brotar em nossos corações num dia de domingo, o dia 26 de outubro, o dia 45 de nossa Esperança coletiva.
*Professor Universitário
(Foto: Os candidatos à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) (Felipe Cotrim/VEJA.com)
http://www.facebook.com/APIParana/photos/a.299041796967298.1073741830.175464612658351/299041596967318/?type=1&theater

Nenhum comentário: