Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

PTrobras e Apartamento R$ 7,5 milhoes

Petrolão – Cerveró, o homem que morava num apartamento de R$ 7,5 milhões com dono desconhecido…
As acusações de Paulo Roberto Costa não são a única história escabrosa que a edição desta semana da revista VEJA revela. Há outras coisas do balacobaco. Lembram-se de Nestor Cerveró, o ex-diretor da área Internacional da Petrobras e apontado pela própria presidente Dilma como o principal responsável por cláusulas da compra desastrosa da refinaria de Pesadena? Pois é…
Até o mês passado, Cerveró e sua mulher moravam num apartamento de cobertura em Ipanema avaliado em R$ 7,5 milhões. Estaria lá pagando… aluguel. Huuuummm… A história desse imóvel consegue ser mais enrolada do que a da refinaria.
Em 2008, no auge do imbróglio nos EUA, surgiu em Montevidéu, no Uruguai, uma empresa chamada Jolmey Sociedad Anónima, que pertenceria a um fundo de investimentos cujo representante é um certo Oscar Rachetti. Essa suposta empresa procurou um administrador brasileiro para fazer negócios aqui. Encontrou quem? O advogado Marcelo Oliveira Mello, conhecido de longa data de Cerveró porque já havia trabalhado numa subsidiária da Petrobras. Mais tarde, Mello se tornou sócio de um escritório de advocacia que virou parceiro de um outro que atuou no caso de… Pasadena! Não percam o fio.
Em 2009, a Jolmey comprou o tal apartamento em que estava morando Cerveró. Até hoje, acreditem, é o único investimento da dita empresa no Brasil.
Há cinco meses, com o caso de Pasadena pegando fogo, Mello transferiu a sede da empresa para Saquarema, no Rio. A única coisa que há lá é uma casa abandonada. O advogado entregou a sua cota a um homem chamado Selson Ferreira. VEJA o encontrou. Nervoso, ele não quis falar com a revista. Em junho, antes de o TCU determinar o bloqueio de seus bens, Cerveró transferiu três apartamentos para o nome dos filhos, mesmo movimento, diga-se, executado por Graça Foster, presidente da Petrobras. Reparem como essas pessoas nunca têm uma narrativa convencional, linear, que justifique seu padrão de vida.
Por Reinaldo Azevedo - Tags: Nestor Cerveró, Petrolão
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/petrolao-cervero-o-homem-que-morava-num-apartamento-de-r-75-milhoes-com-dono-desconhecido/



Nenhum comentário: