Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 7 de setembro de 2014

Brasil na lista dos miseraveis do mundo

BRASIL APARECE NA LISTA DOS 21 PAÍSES "MAIS MISERÁVEIS" DO MUNDO
ÍNDICE CRIADO NA DÉCADA DE 70 SOMA OS INDICADORES DE INFLAÇÃO E DESEMPREGO PARA MAPEAR SITUAÇÃO DAS ECONOMIAS NACIONAIS; VENEZUELA É O PAÍS COM O PIOR PANORAMA
O Brasil aparece na lista dos 21 países com pior situação econômica do mundo de acordo com um indicador chamado Índice da Miséria, segundo reportagem da revista americana Business Insider. O indicador soma os números anuais de inflação e desemprego para mapear o panorama econômico de cada país. Quanto mais alto o número, pior é a perspectiva. Criado na década de 70 pelo economista americano Arthur Okun, o índice se tornou popular durante os anos 80 como uma forma de separar as economias de alto e baixo desempenho.
O indicador é alvo de algumas críticas. Alguns economistas argumentam que uma inflação baixa – ou mesmo uma deflação – nem sempre são um sinal positivo; ao contrário, podem representar um momento de recessão ou baixo crescimento da economia. Outras pesquisas sobre psicologia econômica mostram que o desemprego tende a influenciar mais a insatisfação da população do que a inflação. Por outro lado, não há dúvida que altos níveis nos dois indicadores são um péssimo sinal.
O ranking com dados consolidados é liderado pela Venezuela, especialmente graças à inflação anual de 52%, gerada pela série de protestos que sacode o país desde o ano passado. Segundo a publicação, só em 2014 já ocorreram 6.369 manifestações – uma média de 35 por dia. A lista reflete a crise que se abateu sobre os países europeus. Grécia e Espanha aparecem com índices de desemprego de cerca de 25%. Portugal registra deflação de -0,9% - mostra da marcha lenta da economia local –, mas tem quase 14% de inflação, situação parecida à da Itália e Irlanda – grupo de países que ficou conhecido como PIGS durante a recente turbulência financeira. Já o Brasil aparece na 21ª colocação. O índice mostra que o país tem uma das menores taxas de desemprego da lista – apenas 4,9% - mas derrapa no quesito inflação. Na faixa dos 6,5% ao ano, o número roda no teto da meta imposta pelo Banco Central para a elevação de preços.
Já na lista “extraoficial”, chama a atenção o índice astronômico das estimativas de desemprego. O Zimbábue, pior colocado, registra 95% de desocupação entre a população, pouco à frente de nações como Burkina Faso, Turcomenistão e Djibuti. No caso da Síria, chama atenção a inflação de quase 60%. Em plena guerra civil, o país encontra dificuldade de manter sua economia em funcionamento.
Confira abaixo os rankings do Índice da Miséria:
Lista "oficial"
http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Resultados/noticia/2014/09/brasil-aparece-na-lista-dos-21-paises-mais-miseraveis-do-mundo.html



Nenhum comentário: