Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 6 de setembro de 2014

Aborto, sim ou nao

"Janeiro: Mamãe descobriu que eu era um menino.
Fevereiro: Mamãe e papai brigaram. Acho que foi por minha causa, mas fiquei quietinho...
Março: Chutei sua barriga. Desculpe mamãe, foi sem querer.
Abril: Mamãe e papai brigaram de novo... Falaram de uma coisa que eu não sabia, algo chamado "aborto"
Maio: Mamãe foi no médico e ele pediu para que ela deitasse na cama. Senti algo puxando meu pezinho e pensei que era hora de eu nascer! Achei que fosse a hora de ver minha linda mãezinha. De repente, vi tudo ficar escuro.
E hoje, estou aqui, voltei para o céu. Olho minha mãe todos os dias e sempre me pergunto: Por quê será que ela me matou? Eu a amava tanto." - (autor desconhecido)

Não vou entrar em discussões, mas vou deixar uma palavra que Deus toca em meu coração que te dê:
"Assim diz o SENHOR, teu Redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço todas as coisas, que estendo os céus e espraio a terra por mim mesmo;
que desfaço os sinais dos inventores de mentiras e enlouqueço os adivinhos; que faço tornar atrás os sábios e transtorno a ciência deles;" (Is 44:24-25)
E aproveito para lembrar que a Bíblia quando fala de Maria, de Jose, de Lucas, de Pedro e de Paulo, está falando justamente de ti:
"E aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo,
e exclamou com grande voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e é bendito o fruto do teu ventre!" (Lc 1:41-42)
Por isso repito no Espírito Santo de Deus que: Bendita és tu entre as mulheres, e é bendito o fruto do teu ventre!
E na presença do Senhor, abençoo a ti, tua casa, bem como tua família, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém e amém! - (ely silmar vidal - teólogo, jornalista e psicanalista)

 



Nenhum comentário: