Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

mensagem 160113 - projeto prostituição

em referência ao projeto de lei (*), de autoria de jean wyllys.

segundo o "nobre deputado", (notem as aspas por favor), ele quer:

"garantir direitos trabalhistas e uma prestação de serviço em um ambiente absolutamente seguro"

Nós, que temos um norte ético cristão, temos que orientar ao nosso povo, a fim de que sejam vistas essas mazelas.

conheço pessoas que atuam nessa vida da prostituição e que não são tapadas a ponto de ver na figura desse "deputado" o seu "salvador".
Os profissionais da prostituição apenas mudarão de jugo, passarão das mãos de cafetãos e cafetinas irregulares, para a cafetinagem institucionalizada.
todos sabemos, prostitutos ou não, que o estado não tem garantido absolutamente nada a ninguém que pague impostos. a única garantia que nós os contribuintes temos é de que estamos alimentando a corrupção e a pouca vergonha de mandatários como esse "deputado" e seus pares, em especial da bancada governista.
a grande maioria desses profissionais, é formada por gente muito mais séria e honesta que a maior parte da bancada governista, não importando neste caso os partidos.
a prostituição é moralmente condenável sim, porque degrada a dignidade do ser humano.
toda pessoa anseia por ser admirada e respeitada.
ela se realiza ao saber que o seu trabalho faz diferença para o engrandecimento da comunidade.
e sei também, que muitos que fazem da prostituição seu meio de vida, não o fazem porque é uma atividade marginal, e sim, porque, justamente por ser uma atividade marginal é que traz os dividendos que traz, juntamente com os riscos naturalmente.
isso é o bem comum, que, eticamente, se sobrepõe ao interesse individual.
creio desnecessário dizer que, a legalização, não trará benefício algum, nem para o profissional e muito menos para a sociedade.
trará benefícios sim aos bolsos dos "senhores políticos" e sindicalistas, que utilizam nossos impostos para se locupletarem.
assim que, por dois motivos sei que os profissionais em questão não serão enganados pelo "nobre deputado", a saber:
1 - porque eles não são trouxas "senhor deputado";
2 - e porque a grande maioria, é sim de pessoas com altíssimo nível de consciência, que só optou por essa "profissão" porque não teve outra alternativa, e, eles não querem ver seus filhos (muitos os têem) em profissão semelhante.
eles optaram por esse meio de vida, porque a sociedade não lhes permite outro.
mas por esse meio de vida, a maioria, como excelentes pais e mães, pagam com lágrimas de sangue, para pleitear um futuro melhor para seus filhos, em profissão que eles julgam dignas; tenho certeza que a maioria, não quer um filho ou parente na mesma profissão deles e muito menos na tua profissão jean wyllys.
ou você, wyllys, acha que eles estão torcendo para que a profissão seja regulamentada, a fim de que possam levar seus filhos a fazer carreira, como acontece na política?
não vá pensar você "deputado" que engana a alguém com essa cantilena.

"E sairão a ele uns braços, que profanarão o santuário e a fortaleza, e tirarão o contínuo sacrifício, estabelecendo a abominação desoladora." (Dn 11:31)

"Judá foi desleal, e abominação se cometeu em Israel e em Jerusalém; porque Judá profanou a santidade do SENHOR, a qual ele ama, e se casou com a filha de deus estranho." (Ml 2:11)

"E, desde o tempo em que o contínuo sacrifício for tirado e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias." (Dn 12:11)

"Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo (quem lê, que entenda),
então, os que estiverem na Judéia, que fujam para os montes;
e quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa;
e quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.
Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!
E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado,
porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.
E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos escolhidos, serão abreviados aqueles dias.
Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui ou ali, não lhe deis crédito,
porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." (Mt 24:15-24)

"E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece o vosso coração, porque o que entre os homens é elevado perante Deus é abominação.
A Lei e os Profetas duraram até João; desde então, é anunciado o Reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele.
E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da Lei." (Lc 16:15-17)

"E não entrará nela coisa alguma que contamine e cometa abominação e mentira, mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro." (Ap 21:27)

"Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente, cedo venho. Amém! Ora, vem, Senhor Jesus!" (Ap 22:20) - (mensagem 160113 - projeto prostituição - ely silmar vidal - teólogo - jornalista e psicanalista)

(*) - http://joabsonjoao.blogspot.com.br/2013/01/deputado-quer-aprovar-ate-copa-projeto.html

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:
http://www.elyvidal.com.br

Nenhum comentário: