Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

mensagem 160812 - aos miopes o fruto de sua miopia

"E o SENHOR cheirou o suave cheiro e disse o SENHOR em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice; nem tornarei mais a ferir todo vivente, como fiz." (Gn 8:21)

infelizmente o ser humano é corrupto desde a sua meninice, e infelizmente não conseguimos ver isso em nossas próprias vidas, vemos apenas quando relacionado a outros.
nosso sentido crítico muitas vezes também não nos permite aceitar que aquilo que nosso coração ama, seja justamente o que nos faz mal, ou o que engendra o mal às nossas costas.
isso me faz lembrar jesus quando fala a judas; "amigo, a que vieste?"

"Jesus, porém, lhe disse: Amigo, a que vieste? Então, aproximando-se eles, lançaram mão de Jesus e o prenderam." (Mt 26:50)

foi o equivalente a dizer: "porque não foi embora, porque não foi fazer qualquer outra coisa? porque voltou para me prejudicar? porque está a destruir o que de bom está tentando ser plantado?"
enfim a infinidade de porques...
e são justamente esses porques que utilizamos a inquirir nossos mandatários de forma geral e em todas as esferas da sociedade.
é o equivalente a dizermos, por favor, permita que o pobre, o órfão, o desvalido, tenha a condição de usufruir do básico que lhe é de direito: "saúde e educação".
mas qual o que?
eles sempre voltam, e com as mesmas caras deslavadas, roubando o básico da população, e enchendo-a de medos e de subornos e de esmolas.
nos rimos de nossas desgraças.
sim, nos rimos para não chorar, porque as escolas públicas sucateadas não geram competitividade nas escolas particulares.
ou seja, se a escola pública tem uma péssima qualidade de ensino, isto posto, que espera você da escola particular?
qual o prumo que será usado para medir a qualidade de ensino e de saúde públicos?
tua alternativa será enviar teus filhos e netos para o exterior respaldado na significância de teu poderio econômico, restando aos que não tem essa condição encarar o que a sociedade apresenta hoje em termos de qualidade de ensino e atendimento médico.
de qualquer forma, necessitamos ter consciência do que esperamos para nossos filhos e netos.
se queremos para nossos filhos e netos apenas deixar a eles uma poupança razoável, tudo bem, salvo que surja outro collor no futuro, a poupança é relativamente o mais fácil a se projetar para um filho ou neto.
agora se almejamos uma sociedade mais justa, com menos problemas sociais, como menores descasos nas áreas básicas, com mais rigor nos direitos e deveres de cada cidadão, bem isso, já implica em que aceitemos o ônus dessa questão, e o ônus é justamente que não podemos nos deixar enganar por benesses passageiras.
e devemos lembrar que, nem sempre algo que pode me satisfazer agora é algo que seja bom para o futuro da nação e consequentemente, aquilo que não é bom para o futuro, com certeza também não o será para mim, embora neste momento isso possa neste momento representar até mesmo uma "vitória".
pensemos nisso e construamos nosso país do futuro conforme nossa visão nos permitir.
aos míopes, o fruto de sua miopia é satisfatório! - (ap. ely silmar vidal - mensagem 160812 - aos míopes o fruto de sua miopia)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:
http://www.elyvidal.com.br

Nenhum comentário: