Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 3 de setembro de 2011

mensagem 220811 - não fostes tu que viestes a mim

"Por causa da tua raiva contra mim e porque a tua arrogância subiu até aos meus ouvidos, eis que porei o meu anzol no teu nariz e o meu freio, nos teus lábios e te farei voltar pelo caminho por onde vieste." (Is 37:29)

todos pecamos, a todo instante, pecamos, por pensamentos, palavras e obras.
pecamos quando buscamos nossos "Q.I.s" ou "quem nos indica", quando desdenhamos da força de nosso irmão mais fraco, quando nos rimos da chamada beleza interior, buscando  nossa ganância mais à flor da pele, nosso egoísmo, nosso racismo mais acentuado.
quando forçamos nossos irmãos a situações ultrajantes, quando os designamos a se utilizarem de vias alternativas, como por exemplo: "elevadores de serviço", "justiça favorável a quem pode mais", "mecanismos de controle favoráveis apenas aos que determinam".
o alimento com que nos alimentamos são diferentes dos alimentos de nossos irmãos menos favorecidos.
o sistema de saúde que utilizamos é superior, menos doloroso e cansativo, que o dos nossos irmãos menos favorecidos. isso quando permitimos que nossos irmãos se utilizem das migalhas que caem de nossas mesas.
a roupa com que nos aquecemos é totalmente diferente da roupa com que nossos irmãos se aquecem.
nossos irmãos são por nós considerados como porcos e sujos, porque não se apresentam a nós devidamente limpos e perfumados. não vemos, por oblíqua visão de nossa parte, que aquele nosso irmão pode não ter o meio higiênico equivalente ao nosso.
muitas vezes, não precisamos nem mesmo de muito esforço para fazer tal avaliação, uma vez que aquele mesmo irmão que apresenta-se sujo e porcamente vestido é exatamente o mesmo que mantém nossas imundícias devidamente limpas; é, curiosamente, o mesmo que limpa nossos banheiros, e porque não dizer: "limpa nossas próprias bundas", ou mesmo a de nossos filhos.
não o vemos, muitas vezes, por essa realidade estar muito distante das nossas.
muitas vezes já não sabemos o que seja um ônibus lotado há muito tempo. talvez nunca sequer tenhamos tomado consciência disso, por nunca termos tido a necessidade desse meio de transporte.
note-se que necessidade não é tomar um ônibus vez ou outra por comodismo, ou mesmo por fantasias e tentativas de fazermo-nos passar por "pessoa simples".
já não sabemos, muitas vezes, o que significa o sapato secar nos pés, ou a roupa secar no corpo, após uma chuva torrencial. a chuva, para muitos de nós, não passa de "um delicioso contratempo, do qual nos livramos tão logo entramos em casa", enquanto que, para muitos de nossos irmãos, a chuva é a companheira das caminhadas de casa para o trabalho, do trabalho para a escola, e da escola para casa; e, assim, sucessivamente, por anos e anos, que culminam muitas vezes em problemas (de sáude, econômicos) dos quais não conseguem se livrar.
essas são, muitas vezes, as blasfêmias com que blasfemamos ao pai eterno, mostrando a nossos irmãos o quanto somos melhores que eles, o quanto somos mais cheirosos que eles, o quanto nos cuidamos melhor que eles, o quanto somos mais preparados para viver e, portanto, mais dignos de viver.
não vemos o óbvio: muitas vezes somos tudo isso porque alguém abandona os filhos para cuidar dos nossos.
alguém deixou seus filhos, que serão educados pela rua, pela traquinagem, pela malandragem, para cuidar dos nossos.
enquanto aos nossos serão dadas ricas merendas, e maravilhosas prebendas, àqueles que foram deixados, restará a vara do descuido, a vara do desleixo, a vara da miséria.
assim, nosso lixo estará farto daquilo que nosso irmão não usufrui. muitas vezes somente aquele lixo já faria da vida dele uma festa digna de uma noite de natal.
mas que nos interessa isso tudo?
nossos filhos estão bem cuidados. torcerão os narizes aos filhos mal cuidados de nossos serviçais.
farão com que estes últimos sofram e, sem rédeas, escoicearão como potros rebeldes e indomados aos domésticos que lhes mantêm a higiene, a saúde e o bem estar.
quem lhes porá rédeas?
se nós mesmos não ensinamos a nossos "filhinhos" as regras do viver em cristo, com cristo e por cristo, como será a vida das gerações vindouras que engrossarão as fileiras dos que mantém nossas casas limpas?
sim, porque, estamos criando seres irascíveis, egoístas, medíocres, preconceituosos, gananciosos, enfim, um sem número de adjetivos podem ser usados para descrever os maravilhosos filhinhos que estamos deixando para dominar o mundo.
fica a reflexão:
porque dizer que mundo deixaremos para nossos filhos, quando devemos dizer, que filhos deixaremos para o mundo?

"Agora, pois, ó SENHOR, nosso Deus, sê servido de nos livrar da sua mão; e, assim, saberão todos os reinos da terra que só tu és o SENHOR Deus." (2 Rs 19:19)

se buscarmos ensinar aos nossos filhos os caminhos pelos quais devem andar, com toda a certeza estaremos ajudando-os a se encontrarem com deus e, dessa forma, libertarem-se das garras de satanás, contribuindo, assim, com um provável futuro melhor.
que o senhor abençoe, proteja e guarde a ti e tua casa, e que faça prosperar a obra de tuas mãos, para que possamos realizar o "pai-nosso" como oração viva e eficaz:

"Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome.
Venha o teu Reino. Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.
Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.
E não nos induzas à tentação, mas livra-nos do mal; porque teu é o Reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém!" (Mt 6:9-13)

e o mandado que tenho é o de abençoar para que vades e produzais os frutos para o reino de deus pai em nome de nosso senhor e salvador jesus cristo, amém e amém! - (igreja evangélica santo dos santos - msn: elysilmarvidal@gmail.com - fones: 41-3338-6234 - (tim) 041-41-9820-9599 - (claro) 41-9821-2381 - (vivo) 41-9109-8374 - apóstolo ely vidal - mensagem 220811 - não fostes tu que viestes a mim)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:
http://elyvidal.webnode.com.br

Nenhum comentário: